domingo, agosto 12, 2007

Após....

... uma semana complicada em termos de sono, na 6.ª foi a gota de água.
As bolhitas no rabinho aumentaram em tamanho e em número, e para ajudar à festa umas bolhitas nas mãos, ligo eu para a saúde 24. Milhentas perguntas, numa chamada que no total durou uns 14 minutos, para dizer, em jeito de balanço, que não aparentava ser nada de especial... Ficar apenas vigilante!!!!
Mas as crises de choro com durações de 30 min ou mais, e com um volume de tenor, foram mesmo a gota de água. Lá fomos nós, pela primeira vez às urgências, às
2h da manhã. Aí, pontaria das pontarias, o meu menino já estava bastante mais calmo e já sem chorar. No hospital há a triagem de "Manchester" e lá lhe colocaram ums pulseirinha amarela!!!!
Fomos quase logo atendidos (também não estava lá quase ninguém) e o médico deu a indicação que era "dermatite da fralda", e que as bolinhas da mão seriam também devido ao calor!!! Receitou-me um xarope e o halibut.
A restante noite dormiu bastante bem atendendo as circunstâncias...
De manhã, as bolinhas na zona da fralda já estavam bastante melhor, mas usei apenas o creme da Avene, que na farmácia me tinham dada de amostra! Mas as bolhas das mãos tinham aumentado de tamanho e tinham pus. Na farmácia, ao levantar a receita, aproveitei para mostrar as ditas bolhas, e já estava o meu menino em crise de choro há 30 min, e a senhora questionou se não seria varicela!!!
Nova ida ao hospital, para não ficar com dúvidas, e o médico disse que poderia ter sido um fungo, pelo simples factos de andar de gatas. Solução: betadine, seguido de um creme.

Balanço de hoje:

O meu menino esta noite dormiu seguidinho das 21h até às 7h30.... E a mãe feliz da vida que assim conseguiu recuperar um pouco de energias (já estavam mesmo em baixo). Quantos às bolhas já estão um pouquito melhor e vamos ver a evolução....

2 comentários:

Sonia,Filipe e Guilherme disse...

Possa...isso é que foi.
Ainda bem q ele está melhor.
Beijinho grande

Rita disse...

Ai tadito!!!
E já estão a passar mesmo?

Beijocas
Rita&Tiago